Níveis de dependência

Há pessoas que experimentam drogas que não se tornam dependentes químicos, por ser a doença uma consequência de causas biológicas, psíquicas e de comportamentos sociais.

Entretanto, outras pessoas se tornam dependentes e seu comportamento pode ser observado por critérios determinados pela Organização Mundial de Saúde.
Se o paciente for diagnosticado pelo profissional com três dos critérios abaixo, a dependência química está instalada e precisa ser tratada.

1 - Tolerância: Necessidade de consumo maior para se conseguir o mesmo efeito
2 - Síndrome de abstinência: Mal estar físico, biológico e psicológico ao ficar sem a droga
3 - Percepção de compulsão: Percepção de há problemas com drogas mas não consegue parar
4 - Alívio ou evitação dos sintomas: A pessoa começa usar drogas para aliviar os sintomas de abstinência ou para evitá-los
5 - Relevância do consumo: O uso de drogas se torna mais importante que outras atividades
6 - Estreitamento de repertório: A pessoa começa a dirigir suas atividades com a única finalidade de obter drogas
7 - Tentativa frustrada de parar: Quando se consegue ficar por um tempo em abstinência, mas restabelece o padrão de consumo em recaída

Níveis de dependência química Esses sintomas do paciente se manifestam com menor ou maior intensidade, dependendo do nível de dependência que o indivíduo se encontra. Também é importante levar em conta sua capacidade de manter relações e responsabilidades, bem como o grau de influência do meio de convivência. Desta forma orientar para a modalidade de tratamento ideal ao seu perfil.

Perfil Dependência Moderada Em um nível moderado, a pessoa ainda consegue manter suas relações sociais, seu trabalho, seu estudo, apesar dos danos que o uso de drogas já causa em sua vida. Neste caso, um tratamento sem internação – Personal Care – pode ser a melhor alternativa.

Perfil Dependência Moderada/Grave No nível moderado/grave, estas relações já estão comprometidas e o paciente tem consciência disso. Para este perfil, o mais indicado é a internação continuada.

Perfil Dependência Grave Nos níveis mais graves de dependência, apesar de todos os prejuízos na vida do dependente químico e na sua família, o paciente recusa qualquer possibilidade de tratamento. Nestas ocasiões, o tratamento recomendado é com a internação involuntária.

Pela experiência neste segmento, a internação involuntária acaba se tornando, com o trabalho da equipe multidisciplinar, um tratamento voluntário. Ou seja, o paciente entra na unidade contra sua vontade, mas, ao longo do tratamento, é levado a reconhecer a necessidade e importância do tratamento, por nossos profissionais.

Entidades ligadas ao problema do alcoolismo e da dependência química

 
 

Newsletter

Receba mensagens e acontecimentos interessantes do nosso programa de boletim informativo.

Fale conosco

Você pode contactar-nos clicando aqui ou então

  • Hot line: 11 3423-6992 99588-7844

Conecte-se conosco

Estamos nas Redes Sociais. Siga-nos e entrar em contato..
Você está curioso amateur XXX sobre a observação de vídeos adultos e porno sexo XXX entretenimento, como sobre os melhores filmes XXX adultos e você pode assistir gratuitamente. Assistir seus videos de putas favoritos porno agora e apreciá-los videos xx gratuitamente.